segunda-feira, 4 de maio de 2009

Soneto do Recomeço

Você me faz desistir
Ele me faz prosseguir
Aos trancos e barrancos, mas faz
Nem aos trancos e barrancos com você dava mais

Até sorriso sem amor é mais doce
Quando o sorriso é sincero
Dele nada eu espero
De você eu esperei demais

Muito amor mal correspondido
Um dia sofrido
Mentiras banais

A tristeza chegou ao seu leito
Sem mágoa no peito
É tempo de paz

Anna Cláudia Magalhães.

2 comentários:

Flávia Botter disse...

Noooossa, num foi vc que fez esse vaai! Fala a verdade!
hsuahosiuahosauihsoaiushio
Se escreve muuuuuuuito bem ouu!
Noossa, mto lindo esse soneto, adorei! *.*


;*

L a í s ! disse...

realmente Crau, vc tá se superando! hahah
ficou ótimo esse :)

e sabe.. recomeçar muitas vezes é bom nas nossa vidas!
zera tudo! a gente tem chance de mudar, e isso é bom! :)

beijo bebe =*